Entenda os polêmicos ataques que estamos sofrendo na Internet brasileira - Movimento Brasil Livre
Entenda os polêmicos ataques que estamos sofrendo na Internet brasileira

Entenda os polêmicos ataques que estamos sofrendo na Internet brasileira

A questão do limite de banda larga

As grandes operadoras de telecomunicação do país, responsáveis por prover internet e TV a cabo, anunciaram que mudarão a forma como é feita a cobrança de internet. A partir de agora, ao invés de cobrar por uma determinada velocidade de conexão, a cobrança será feita pela quantidade de dados movimentados. Ou seja, o modelo a ser usado na internet fixa será o mesmo da internet móvel.

Na prática, você terá uma determinada franquia de dados e, a partir do momento que exceder essa franquia, as operadoras diminuirão sua velocidade ou cortarão a sua internet. Um verdadeiro caça-níquel de banda larga!

Como isso afeta você?

Vamos supor que você tenha uma internet hoje em dia com a velocidade de 25 megas. A partir da mudança você passará a contratar uma franquia de 130 gigas para usar durante o mês inteiro. Para exemplificar: se você assiste 2 horas de Netflix por dia, em cerca de 9 dias você terá gasto o limite da sua banda e será obrigado a pagar por banda extra! Isto sem contar com outros usos da internet.

De quem é a culpa?

Fazendo uma primeira análise precipitada, a culpa logicamente irá recair nas próprias operadoras gananciosas, que com a medida só ganhariam muito mais dinheiro e, de quebra, eliminariam a concorrência que o Netflix faz a seus produtos de TV a cabo. Aprofundando mais essa análise, porém, fica claro que os culpados são outros. São eles o governo e a ANATEL – a agência reguladora do mercado – que, na teoria, deveria defender os nossos direitos. Na prática, atende apenas aos interesses das teles, numa relação obscura entre governo e grandes empresas.

A questão da privacidade

Como se não bastasse este ataque aos nossos bolsos, a CPI dos Cibercrimes na Câmara usa o discurso de combater crimes online para restringir a nossa liberdade de expressão e privacidade na Internet. Como apontou o especialista Ronaldo Lemos, a CPI em seu relatório quer permitir que a mera instauração de inquérito dê carta branca às autoridades requisitarem a identidade de qualquer usuário na Internet! Além disso, o relatório da Comissão prevê o bloqueio a sites e aplicativos diretamente na conexão. Nos EUA, houve esta tentativa através do SOPA/PIPA, que foi brilhantemente combatida por ícones da Internet como o ativista Aaron Swartz e outras milhões de pessoas. Lá, o povo venceu a luta contra o governo centralizador; aqui, precisamos nos unir pra vencer também.

Porque isso acontece?

A lógica por trás da cobrança por banda é simples: quanto menos gente ofertando o serviço, mais caro pode-se cobrar por ele. O Brasil tem apenas 5 operadoras, enquanto os EUA tem mais de 90 e a Romênia – país que tem uma das melhores internets do mundo – tem mais de 1000. O principal culpado por esse pequeno número de concorrentes é o governo, que, por meio da ANATEL, torna praticamente impossível o estabelecimento de novas empresas – sejam elas brasileiras ou internacionais.

Já a questão da privacidade e liberdade de expressão vem em linha com o discurso do governo petista de “controle social da mídia” (tema principal do último discurso de posse da presidente Dilma). Eles querem ter o poder de calar aqueles que discordam deles e lutam por liberdade (enquanto os acusam de serem fascistas).

Nós vamos deixar isto acontecer? Faça parte do MBL por um Brasil Livre.

(23) Comentários

  1. Cláudio
    abr 14, 2016 at 10:44 am

    Trabalho com internet, com essas limitações, eu e mais milhares seremos tremendamente prejudicados…
    O que posso fazer para estar junto nessa luta?

    • abr 14, 2016 at 12:28 pm

      Cláudio, venha fazer parte do MBL. Participe em http://www.mbl.org.br/participe

    • Mills
      abr 17, 2016 at 12:33 am

      Ainda vamos conversar mais a respeito desta pauta, mas um bom primeiro passo Cláudio, seria sua filiação ao MBL…. Junte-se a nós e ajude-nos a mudar este país!

  2. ANTONIO JOSÉ MARION
    abr 17, 2016 at 10:35 am

    O que adiciona valor no uso da internet é o que transmitimos e recebemos, assim, a cobrança pelo transito de dados é mais justa ao usuário, a questão é qual o custo dos pacotes de dados. A medida me parece justa do ponto de vista técnico e do consumo, porém há que se entender se o custo é adequado ou não.

    • Daniel
      abr 19, 2016 at 9:47 pm

      O custo de enviar algum dado ou não enviar nada é o mesmo. O custo é de instalação de infraestrutura. Uma vez instalada uma banda X não há custo pelo uso dela.

  3. Paulo Roberto
    abr 19, 2016 at 7:54 pm

    Pequena correção: o nome é Aaron Swartz. No mais o texto está corretíssimo. É a maior prova que agencias reguladoras são toxicas para o mercado de uma nação. E isso vai morder a bunda de muitos internautas que apoiam o governo também. Quem sabe eles não acordam e percebe esse cancer?

    • abr 19, 2016 at 10:44 pm

      Obrigado pela correção. RIP & <3 Aaron.

    • abr 19, 2016 at 10:45 pm

      Obrigado pela correção. RIP & <3 Aaron!

    • Itamar
      abr 24, 2016 at 11:12 am

      E como foi que esta escrito no texto?
      “…como o ativista Aaron Swartz e outras…” Está Aaron Swartz….

  4. SILVIA Perk
    abr 19, 2016 at 8:01 pm

    O Brasil só anda pra trás!!! Ridículo e revoltante!!! Até quando???

  5. Camila
    abr 19, 2016 at 8:18 pm

    Os valores são mensais ou anuidade?

  6. Sergio Monteiro
    abr 19, 2016 at 8:26 pm

    Me surgiu uma ideia simples, se tds as operadoras, vão aderir COMO UM CARTEL a internet LIMITADA e não havendo diferenças entre elas.
    É só Organizarmos uma MEGA ADESÃO COLETIVA escolhendo apenas uma, criando um forte desequilíbrio financeiro as demais e consequentemente forçando as que perderam tantos assinantes a rever suas posições.

    • Josemar Araujo
      abr 20, 2016 at 9:56 am

      Boa idéia! Parabéns….. Vamos espalhar até chegar nas empresas…eles não vão pagar para ver. A Anatel é conivente e faz parte da quadrilha, não podemos esquecer que a Oi é do Lulinha, então o Lula está por trás junto a Anatel controlando dando ordens.

  7. Bruno
    abr 19, 2016 at 9:59 pm

    Olá, parabéns vamos se posicionar! Até o Senado Federal se posicionou pressão nesses parlamentares para que isso não acontece: https://www.youtube.com/watch?v=WmYgMxlLg68

  8. Geraldo Caldas
    abr 20, 2016 at 7:32 am

    SOBRE O FIM DA INTERNET ILIMITADA
    Pessoal vamos debater sobre esse tema, é óbvio que o governo não tem como censurar a Internet, então a ideia é torná-la inacessível a milhões de brasileiros para que eles possam novamente enganá-los e que não tenhamos mais a abrangência que temos hoje, então sugiro que alertemos todos os parlamentares e governantes sobre o risco que a democracia corre com esta decisão rasteira deste governo rasteiro !!

  9. rosangela oliveira
    abr 20, 2016 at 10:40 am

    Acho a ideia o Sérgio Monteiro ótima.
    como fazemos para nos filiar ao MBL? É só curtir?

  10. rosangela oliveira
    abr 20, 2016 at 11:15 am

    Já descobri e já me filiei.

  11. Avelar Livio dos Santos
    abr 20, 2016 at 11:46 am

    O PT APARELHOU A ANATEL e seus corruptos venderam a cobrança de excesso de dados às operadoras. Se a cobrança por BANDA já era uma fraude (as teles entregavam apenas 10% da velocidade contratada), imaginem o estelionato que será a cobrança por DADOS. Adeus Youtube, adeus Netflix, adeus Podcast, música, adeus banda larga.
    A CORRUPÇÃO É IRMÃ DA INCOMPETÊNCIA na ORCRIM dos Petralhas.
    Na verdade o desastre começou lá atrás no primeiro governo Lula, quando o PT passou a conspirar para restaurar o MONOPÓLIO das Telecomunicações no Brasil, agora absorvendo também a INTERNET.
    O start se deu quando Lula mudou as leis para que a Telemar criasse a Oi, contaminando assim a telefonia móvel até então sob livre mercado.
    Depois autorizou a empresa filha Oi absorver a genitora Telemar e em seguida comprar a Brasil Telecom. Em troca, só um de seus filho levou 6 milhões da Oi. Finalmente, em outro negócio obscuro que resultou na prisão do ex-primeiro ministro português, Lula costurou a compra de ações da Oi pela PT Telecom, se regalando com milhões de euros em propina (http://migre.me/tyFL5).
    Com o aval do PT e seu aparelho CADE, as empresas móveis vêem comprando as fixas uma a uma e incorporando as regras monopolistas dos contratos sociais das fixas. Desfiguraram todas as regulamentações do MC e da ANATEL que fomentavam a livre concorrência e o poder do consumidor para regular de fato o setor.
    Agora, restam apenas 4 operadoras grandes controlando todo telefonia fixa, móvel e banda larga. Eis que surge o golpe do LIMITE DE DADOS com a instalação de taxímetro para sobretaxar os downloads dos usuários com a conivência da ANATEL.
    É preciso uma investigação séria para saber quem são os corruptos petralhas, quanto levaram e que leis criaram para restaurar o famigerado MONOPÓLIO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL.
    O que sei é que a internet no Brasil lulopetista caminha para o monopólio total como queria a Embratel antes da privatização do mercado em 1993. Na época o telefone só existia no câmbio negro e custava cerca de 15 mil reais em valores de hoje.

  12. Carlos
    abr 20, 2016 at 1:49 pm

    Pergunta. Como vcs lidam com isso e a questão de liberdade de mercado? Isso não seria considerado um estado se intrometendo no livre comércio?

  13. Ronaldo
    abr 20, 2016 at 10:38 pm

    Isso é um absurdo !!!

  14. DANIZIO VALENTE
    abr 21, 2016 at 1:20 am

    Lacaios! Lacaios! Lacaios!
    Seres abjetos e ignóbeis. Amantes das trevas, rastejadores tais e quais a jararaca (Lula) e a cascavel (Dilma). Idólatras do diabo, servil da corrupção e insaciáveis ladrões dos cofres públicos. Defensores do roubo e da vilania. Sanguessugas dos trabalhadores honestos.
    Ah malfeitores!
    Vermes execráveis, seus dias de expurgos se aproximam!
    Tchau bandidos do PT!

  15. Rosa maria vasconcelos
    abr 21, 2016 at 6:34 pm

    Nao concordo com essa mordaça.

  16. Itamar
    abr 24, 2016 at 11:16 am

    Internet Ltda.
    Internet S.A.
    Internet S/C Ltda.
    Internet & Irmaos Ltda.

    Tudo. Menos internet limitada.

Comentar

Seu email não será publicado.